top of page

BAIXO NÍVEL NA INTERNET

Atualizado: 19 de mai.




Lá longe por volta de 2010 soltei um palavrão em uma postagem do facebook. Um necessário PORRA! Imediatamente uma senhora protestou. Precisava baixar o nível? E ato contínuo, me bloqueou. Naqueles tempos, os palavrões eram disfarçados de palavrinhas. Po**a, karai, ppk, c*, pi*a ou kct, e assim por diante, nominhos bonitinhos para esconder a moral fajuta.


As redes sociais eram como comunidades lideradas pelo tráfico. Você sabe, essas comunidades são extremamente moralistas e machistas. Acredite, o crime organizado é conservador, misógino e adepto da moral e dos bons costumes. Mulheres são propriedades até que a morte as separe. O crime organizado não é uma entidade fora da sociedade, ele é expressão dessa mesma sociedade em que transitamos.


Certa vez o pai de um jovem apaixonado precisou se ajoelhar diante do chefe do tráfico para não ter o filho morto por ele. O erro do rapaz foi se relacionar amorosamente com a EX do traficante. Ex de muitos meses. Ex-namorada!! O garoto foi salvo com a condição de encerrar o relacionamento e deixar a comunidade.


O filho de um amigo "paquerou carinhosamente" a menina que parecia se engraçar. Estava em uma comunidade dominada pelo crime na região de Lauro de Freitas, Bahia. Ele não sabia, mas a menina era noiva do chefe do tráfico. A casa onde o garoto estava hospedado foi cercada por homens armados. Só não invadiram o imóvel porque a dona, senhora respeitada na área, intercedeu. O garoto fugiu de madrugada e jamais poderá voltar, jurado de morte.


QUE SUSTO!


Alguns anos depois, o moralismo pornográfico das redes foi esmaecendo. Depois da pandemia, disparou. Parece que diante das milhares de mortes e das possibilidades das nossas próprias mortes, decidiu-se não mais perder tempo e soltamos todos os verbos. Os nomes bonitinhos tiraram as roupas de baixo e assumiram suas identidades. Po**a virou porra, c* assumiu o cu, ppk virou xota, buceta, karai virou caralho, viaaaadooo, cacete, pau pequeno... e por aí. As imagens também tiraram cuecas e calcinhas e liberaram bundas, paus e xotas.


Às vezes estou distraidamente passeando nas redes quando sou surpreendido por um enorme pau duro em uma propaganda de estimulantes naturais da libido. Susto da porra!! Pepino misturado com maca peruana e cera de abelha com visgo de jaca, isso vai resgatar a alegria do seu preguiçoso. Sua mulher vai ficar esgataada. Então aparece a mulher nua, pernas abertas, suada, esgotaaada. Tô quase chamando o pessoal do crime organizado para botar moral e bons costumes nessa internet alucinada que já se perdeu total na putaria. E o pior, a recatada superficie da web nem imagina o que se passa nas alucinadas catacumbas da deepweb.


Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page