top of page

Transformar-se, profunda e verdadeiramente, não é questão de aparência

Atualizado: 18 de jun.




Transformar-se, profunda e verdadeiramente, não é questão de aparência, mas de essência. Títulos, riquezas, e conforto social podem ser apenas cargas a mais para se carregar.


A renovação genuína começa no âmago do ser, exigindo de nós uma busca incessante pelo autoconhecimento, conhecimento elevado, mesmo que isso nos custe suor e lágrimas.


Enfrentar e superar os problemas do mundo com trabalho, persistência e serenidade é a chave para desenvolver discernimento e capacidade de realização.


A dor e o sacrifício, a aflição e a amargura, são processos de lapidação de si mesmo oferecidos pelo Mundo Superior, fundamentados nas nossas escolhas nas nossas relações, para expandir nossa Consciência Espiritual.


As facilidades materiais, sem a devida consciência, podem estagnar nossa mente, atraindo-nos para os perigos fascinantes das distrações materialistas.


Com essa consciência desperta cuidemos de nossa alma diariamente, aprendendo com os pioneiros do progresso e vivendo sob a inspiração e orientação do serviço ao bem e à justa causa.


Que Deus, nosso pai Oxalá, nos conceda a Felicidade que merecemos e decidamos nos dedicar mais à construção de uma vida equilibrada, lembrando que, apenas através do cumprimento de nossos deveres, aprendizagem a partir dos nossos erros e da prática do bem, alcançaremos a compreensão, a plenitude da vida, seu verdadeiro proveito e o ser feliz.

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page