top of page

A INEXORÁVEL LEVEZA DO SER, ARTIFICIAL.

Atualizado: há 15 horas




O país que não investir vai ser engolido e devorado. A empresa que não adotar vai sumir, desaparecer. Gente que insiste na tese de que a IA é burra, vai precisar pedir perdão aos fiéis. Andei lendo especialistas e ouvindo vários nerds, todos entre o pavor e o deslumbramento. Em um ponto são unânimes: o mundo que conhecemos acabou.


Os deslumbrados ajoelham para deuses da nova religião Elon Musk, Jeff Bezos e Jensen Huang, dentre uns poucos no panteão digital. Esses mega empresários têm investidos bilhões de dólares em desenvolvimento de IA. Antes de qualquer resultado, suas empresas já valem dez vezes mais. Jensen Huang, 61 anos, é CEO da Nvidia há 31, uma empresa desconhecida da maioria há até poucos dias.


Nascido em Taiwan, Huang era apenas um bilionário de baixo escalão em 2019. Hoje é trilionário. Sua empresa acaba de desbancar a Microsoft do primeiro lugar. A Nvidia assumiu o posto após suas ações subirem 3,5% na terça, 18 de junho, o que alçou a empresa a US$ 3,335 trilhões em valor de mercado – superando os US$ 3,317 trilhões da Microsoft. O que a Nvídia faz? Chips e IA, o petróleo do século XXI.


PIOR DO QUE AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS


Os eufóricos visualizam contas bancárias estratosféricas. Os demais, assustados, visualizam o apocalipse. Consideram a IA pior que as mudanças climáticas.

Em menos de dez anos, já em 2030, a projeção é desemprego em massa. Mais de 80% da força de trabalho estará nas ruas. Em seu lugar, robôs humanóides equipados com IAs avançadas estarão ocupando o lugar de professores, contadores, enfermeiros, cuidadores de idosos e crianças, arquitetos, porteiros, seguranças, motoristas, jornalistas, compositores, vendedores, uma infinidade de profissões.


Permanecerão apenas os altamente especializados, os psiquiatras, psicólogos e terapeutas. Haverá um tsunami de clientes deprimidos, enlouquecidos, paranóicos e suicidas para tratar. O dinheiro para as contas sairá da renda universal, alternativa cada vez mais considerada e já criticada por ativistas digitais.


RENDA UNIVERSAL, HUMILHAÇÃO!


Conhecido influencer, auto qualificado maior especialista em IA do país, Alan Nicolas detona a proposta. "Jamais aceitarei essa renda humilhante, jamais ficarei refém de governos", disse raivoso em live recente, como se a renda já fosse realidade e o valor conhecido. Enfático, antecipa que irá construir sua própria IA para educar seus filhos e assim substituir "esses professores humanos incompetentes que às vezes nem filhos têm".


O sujeito não está sozinho. Seu rompante tem eco em milhões de seguidores, todos sem a menor noção do que virá. Na real, ninguém tem noção do que virá. Por mais que imagine-se o caos, será pior. Enquanto estamos aqui projetando nossa rotina simplória e a feira da semana, 12 conglomerados estão produzindo robôs em série. A estimativa é produzir mais de oito bilhões ate 2030, mais que a população do planeta.


Em 2050, a projeção é cinco vezes mais robos que humanos. No início custarão os olhos da cara, mas logo chegarão a preços de carro popular. Em mais um pouco, o custo cairá para alguns milhares de reais, mais ou menos como a evolução de preços dos celulares.


A meta é que robôs ocupem a maioria das funções nas empresas e nos serviços públicos. Personagens extremistas sugerem substituir políticos por robôs, pelo menos não custarão fortunas aos cofres como hoje. Não precisarão de emendas parlamentares, não serão corrompidos e nem terão verbas para gabinetes, passagens aéreas, gasolina, telefones, assessores e imóveis gratuitos em Brasília. Provavelmente também não terão humanos para representar em um mundo dominado pelo fascismo que avança inexorável. A coisa é séria.


No Japão, a Samsung já comercializa robôs para brincar com crianças, jogar bolinhas, projetar filminhos na parede, criar quadrinhos e ensinar bons valores do capitalismo. Os bilionários Bill Gates e Amanda Gates, com suas fundações benevolentes, projetam levar robos professores para paises pobres a fim de educar criancas com valores cristãos nas suas comunidades e aldeias.


Os Estados Unidos, loucos para se livrarem da falência, detêm até o momento o poder das IAs. As guerras físicas são cortinas de fumaça, distrações enquanto a verdadeira guerra é travada nas sombras. A China corre contra o tempo no desenvolvimento das IAs, assim como Rússia e India. Os bastidores são jogo pra pirão com espionagens, traições, roubos, assassinatos e muito dinheiro de corrupção. Tudo para garantir longa vida ao capitalismo, reduzir o estorvo humano e substitui-lo por produtivos, incansáveis e pacífcos humanóides.


Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page